24 de mar de 2018

| Resenha | Gaian - O Reinício - Cláudio Almeida.




Autor: Cláudio Almeida.
N° de páginas: 336,
Editora: Novo século.
Comprar: Amazon/ Saraiva.


“Gaian, o Reinício” é uma fantasia épica e narrará os últimos acontecimentos da Sétima Era daquele mundo que revelaram o nascimento de uma guerra, a queda do grandioso Reino do Norte e o reaparecimento do guerreiros sagrados – um grupo destinado a combater o mal que trata, a cada povo de Gaian, desespero, dor, pavor e morte, e deseja acima de tudo a destruição.





 Gaian – O Reinicio, inicia-se com uma batalha conhecida como " A batalha do grande salão de Eldor", Eldor uma cidade localizada no reino norte. 

" Foram muitas batalhas e perdas" 

Em seguida somos apresentados a Arinon, um pequeno vilarejo que vive dias de paz e prosperidade, com a grande colheita que se aproxima. Já Ehlen o líder, respeitado e admirado entre os moradores do vilarejo, tem sofrido em suas noites com sonhos, em que coisas horríveis acontece com seu povo. Decidido a protegê-lo, Ehlen convoca uma reunião com os membros do concelho, para reavaliar melhorias para segurança dos habitantes do vilarejo.
  
Entender a sabedoria é fácil, mas aplicá-la é o que diferencia os que sabem dos que não sabem. Alguns tolos se dizem sábios, mas o verdadeiro sábio não se revela como tal, porque ser sapiente significa exercitar a sabedoria em palavras e, principalmente, em atos, que devem estar imbuídos pela humanidade"

Heim, um simples camponês. Em uma madrugada após deixar sua noiva em casa, em rumo para sua moradia acaba caindo em uma emboscada, tendo sua vida mudada totalmente. 
Arffek, é um guerreiro sagrado, que vai a Arinon em busca do guerreiro escolhido. Arffek com sua espada, movido por vingança e desejo de justiça pela morte de sua esposa. Em busca do objeto, os dois encontram uma jovem guerreira sagrada, Brisrar. Logo após outro guerreiro.

Em um mundo mágico, cheio de fantasia o autor nos apresenta, dragões, espadas, lobisomens, guerreiros entre outros, prendendo ainda mais os leitores, a uma grande aventura, que o maior risco e vencer a si mesmo. Narrado em terceira pessoa, Gaian contém uma narrativa poética cheia de lições. Com personagens reais, que em todo momento mostram seus sentimentos e força, que mesmo com percas vivem e lutam por um bem maior.

" Algumas pessoas carregam dores que não podem ser compreendidas pelos outros". 

Com uma capa perfeita, e várias ilustrações lindas em cada capitulo trazendo uma beleza ao livro, folhas grossas e amareladas <3. Adorei sair da zona de conforto e ser apresentada a uma fantasia épica, recomendo <3 é agradeço imensamente ao autor por disponibilizar o livro, e que venha os próximos