>

5 de fev de 2018

| Resenha | Uma Vez Você - Diego Martello.

Autor : Diego Martello.
N° de Páginas: 184.
Aonde Compra: Amazon, Saraiva .

Sinopse - Marcos e Willian, pai e filho, tentam se reconciliar após anos de desentendimento. Em paralelo, Eva, mulher de Willian, quer a todo custo engravidar, o que frustra o casal. A partir da visão do interior de cada um, esses personagens terão de reconfigurar o modo de pensar para enfrentar os seus conflitos. Nessa fase tão conturbada para todos, reflexões acompanham cada segundo da trajetória deles.

Narrada de forma surpreendente, provocativa e crítica, esta obra não tem a pretensão de apresentar soluções para os problemas enfrentados, mas, sim, mostrar as armadilhas de nosso fluxo de consciência, para compreendermos que as soluções dos problemas dependem, muitas vezes, da forma como se lida com as ilusões, ou, ao contrário, como se enxerga verdadeiramente a realidade.


"Uma vez você, uma vez eu" é daqueles tipos de livros que você pensa que por ser fininho, seria fácil de terminar e ter uma opinião concreta, na minha opinião não foi muito bem o que aconteceu no começo. 
O livro trás uma história cheia de revelações e reflexões. Somos apresentados a o protagonista William, que está recebendo uma ótima proposta de emprego, porém vive sérios problemas com o pai. Casado com Eva, William está tentando realizar seu sonho de ser pai. 
Após descobri que Marcos — Seu pai— está impossibilitado de andar, decide deixar o orgulho de lado e fazer uma visita. Com a visita e um pouco reaproximação, após um tempo Willian acaba ficando inconsciente, com o sono profundo ele começa a relembrar momentos de sua infância e grandes momentos que viveu quando sua mãe ainda era viva. 

 Sem minha ciência até aquele momento, materializava-se ao meu lado o sentimento de esperança, trégua, paciência e juventude eterna". 

Em apenas um sonho William teve a possibilidade de ver como ele era antes de tudo acontecer. Agora ele consegue enxerga e se comparar como ele era antes do falecimento de sua mãe e também após a briga com seu pai.  

" - Os erros são uma fonte de renovação, Filho. Eles podem lhe mostrar diversas situações não visitas por você anteriormente. Eles possuem uma característica que os acertos não têm: abrem os olhos. Por meio deles você reflete sobre quem você é, o que deseja para si, e o mais importante, o que não deseja e o que não precisa". 

O Livro tem uma narrativa não tão fácil, particularmente demorei um pouco para poder me ligar definitivamente a leitura. Adorei compreender os lados dos personagens, e principalmente tira um aprendizado da leitura. O modo da escrita do autor me deixou bem curiosa, a forma que ele consegue aborda as pequenas reflexões e simplicidade de entendimento me cativou bastanteCom uma capa linda e diagramação perfeita, com toda certeza e um livro para ser recomendado a qualquer pessoa sem preferência de gênero. 

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo